logo

Fazenda Rosa

Fazenda Rosa

Antes mesmo de virar curta-metragem, Fazenda Rosa já existia como uma paisagem sonora composta por Erasto Vasconcelos em três partes: "Pio Tagarela", "Cantigas de Roda" e "Nau Catarineta". Na primeira, o poeta evoca a fauna e a flora de um lugar chamado Fazenda Rosa, os bichos do dia e da noite, os peixes do rio, os pássaros e bichos do mangue. Aqui, disponibilizamos a primeira parte, "Pio Tagarela", na qual baseia-se nossa animação.

HISTÓRIA

Erasto Vasconcelos, o poeta da percepção da vida, de como ela é tão bem usada neste nosso planeta, faz eco da “pernambucaneidade” do que nos rodeia, dos bichos do dia e da noite, dos peixes do rio, dos pássaros, dos bichos do mangue, das árvores e suas frutas, do que se planta para comer, das personagens que nos cantam e das cantigas de roda.

CRÉDITOS

Roteiro, Direção de Animação e Fotografia
Marila Cantuária

Animador, Pesquisa e fotografia
Mateus Simon

Arte
Chia Beloto

Produção
Rui Mendonça

Voz, Flauta e trilha original
Erasto Vasconcelos

Edição e Correção de cor
Zé Diniz

Desenho de som e mixagem
Johann Brehmer

Desenho Gráfico
Simone Mendes

Assessoria de mídia
Olivia Souza

Direção
Chia Beloto

Legendagem Descritiva
Acessibilidade .Com

Produtora Associada
Carnaval Filmes

Laboratório de Correção de Cor e Mixagem Som 5.1
Porto Digital

 

http://facebook.com/fazendarosafilme